JAZ A SAUDADE
(Regilene Rodrigues Neves)

Saudade
Sentimento ilhado na alma
Entre mil lembranças recolhidas no tempo
Guardam teu perfume impregnado de recordações...

Penduradas presas junto ao peito
Exalam tua fragrância...

Jazem no meu coração sôfrego
As flores sepultadas da tua essência
Querendo lembrar-te pela eternidade afora...

Misturando teu cheiro na minha alma
Derramando saudade dentro de mim...

Em 20/03/2017



MULHER
(por Regilene Rodrigues Neves)

Todas as flores nascem
E são colhidas ao teu encantamento
Para exalarem o perfume que roubam de ti,
Porque conténs a fragrância dos jardins
E a gratidão do universo...

Na soma de todos os versos
És de todas as cores, de tão coloridas
São raras, são lindas, são flores!

Porque é teu abraço
O ópio que alivia todas as dores
O teu colo onde repousa todos os afetos
O teu ventre onde cria o semelhante
O teu seio onde amamenta a vida
E a vida é a tua continuação...

Teu codinome é mulher
Que se multiplica para ser única.

Mulher
Teu amor é materno
É etéreo na finitude do tempo
Que te eterniza...

Tuas qualidades e adjetivos são poesias
Para todos os poetas que a recria
Em mil versos para enfeitar o teu dia
E te envaidecer como mulher!

Em 08/03/2017