NOITE ADENTRO

De noite a poesia acelera
Pega carona nos meus sonhos
Viajo luas até o sol se pôr
Novamente no infinito...

Solto meus gritos de dentro
Para que o tempo ouça meus versos
Que pelo universo se propaga
Nas rimas do poente...

Uma pitada de lua
Uma gota de sonho
Se esvai noite adentro...

Pensamentos soltos
Ouvem a quimera das ilusões
Em frente à poesia
Que se propaga no universo...

Regilene Rodrigues Neves
Em 16/08/2017




OUVINDO O CORAÇÃO

Falo pouco, penso alto
Quando ouço os sentimentos...

Dentro o barulho agita a alma
Rimas se misturam na poesia impregnada
Tudo fica mais bonito
É quando deixo lá fora os gritos do mundo...

As palavras viram sorrisos
Alegria de quem ouve o coração
A razão fica carregada de emoção
Qual leveza de quem pisa descalço no chão.

O amor lá dentro se mistura
Apura a camada melhor em mim
E num porta-retratos me guardo
Num canto da poesia
A revelia no meu peito...

(por Regilene Rodrigues Neves)

Em 14/08/2017



MISTURA DE AMOR

Gosto de me enroscar na tua alma
Sentir teus sentimentos
Misturar teu amor no meu
Teus desejos inflamados
Na tua pele sobre a minha...

O gosto da tua boca
O beijo nos teus lábios
A poesia passeando no teu corpo
A luz da lua, a céu aberto
Numa rua qualquer da minha imaginação
A deriva... Querendo apenas sentir
Meu coração sobre o teu...

(por Regilene Rodrigues Neves)

Em 08/08/2017



 ENTRE AMIGOS
(por  Regilene Rodrigues Neves)

Que não nos falte amizade
Nem sorrisos compartilhados entre amigos
Que todos os dias sejam curtidos com alegria
E celebrados com felicidade
Afinal amigos são para sempre!

Entre amigos
Somos tudo que nos faz bem
Afeto a revelia
Simplesmente poesia
E muitos aplausos de euforia!

Porque entre amigos
Somos melhores companhia
Que faz o outro amado e querido
Somos gestos que afaga alma
E faz o coração dividido
Em partes iguais
Ou sentir-se inteiro
A medida do amor verdadeiro...

Porque entre amigos
Somos parceiros
Segurando a mão do outro...

Obrigada por me levar pro seu mundo
Por fazer parte do meu!

Em 20/07/2017



ME FALA DE VOCÊ
(por Regilene Rodrigues Neves)

Senta ao meu lado
Não precisamos de palavras
Apenas despir o coração
Ouvir a alma
Permitir a poesia
Transmitir seus sentimentos

Deixar os versos de dentro partir
Propagar-se no silêncio...

Surgir livres de anseios
Que nos apertem.
Hoje não quero conversas
Nem diálogos prontos
Apenas coisas
Que deixem o coração à mostra

Ouvir o amor nas redondezas do íntimo
O único requinte deve ser reservado
Preservado por quem ama...

Hoje eu não quero falar
O quanto estamos doentes
Cheios de violência e desumanos
Quero apenas salvar o que lá dentro
Podemos ainda tocar sem subterfúgios

Ainda resta o nosso amor
Que precisamos salvar.
Hoje se quiser
Me fala de você
Da sua alegria da sua dor,
Mas me fala de você

Senta perto de mim
Quero ouvir seus medos
Fala que você não desaprendeu
O caminho do amor

Quero ouvir seu sorriso
Continuo a acreditar
Na ternura da alma
No riso fácil que ela provoca
Quando fala a partir da alegria
Que sente na capacidade
De se encantar com o outro.

Hoje, me fala de você
Se tiver jardins na sua alma
Me diz que as flores riem por lá
Quando o amor exala sua fragrância

Quero sentir sua essência de sol
Lá dentro colhendo luz por onde anda
Pondo pra fora seus sentimentos
Para que eu possa acreditar
Que aqui fora ainda resta
Um pouco de afeto entre nós...

Senta ao meu lado, me fala de você...

Em 02/06/2017




TEMPO
(por Regilene Rodrigues Neves)

Olho o tempo vindo de frente
Olho o tempo que ficou pra trás
Olho o tempo presente
Quanto tempo faz!

Tempo, tempo
Vestido de estações
Migra para alma
De fora pra dentro
Numa sucessão de momentos
Sem demora, apenas devagar...

E lá se perde o tempo
Em mais uma estação
Tempo que não volta mais,
Pois todo o tempo
Voltou para eternidade...

Ainda que de lá ele volte
Cheio de verdades
Contínuo e indefinido
Em sua época própria
Gritando nos quatro cantos
O tempo perspicaz
Sutil há soprar o tempo...

Em 01/06/2017