AMO TUA FORMA DE SORRIR

Amo tua forma de sorrir
Quando minha boca
Sobre a tua prova
Tua alegria de viver!

É quando o teu sorriso
É todo meu e seu é o meu amor
Num misto de prazer
À revelia entre nós...

No êxtase efêmero da felicidade
Sem saber a próxima vez desta alegria
Que não se mede e não se repete,
Posto que, é chama a bel-prazer
Ao nosso contentamento...

Eu sou apenas
Uma poesia em teus lábios
Talvez um beijo na tua boca
Entre meus versos líricos de amor!

Mas sou aquela que prova
Do teu gosto a distância
Na tua forma de sorrir...

Regilene Rodrigues Neves – em 26/07/2018






NÃO IMPORTA – EU AMEI!

Quantos corações eu entrei
Vestida de sonhos?

Despida de ilusões me entreguei
Mostrando minha segunda pele
Tocando minha alma a outra
A procura de amor...

Expondo sentimentos íntimos
Sequer perguntei?

Fazendo morada
Em tantos corações me abriguei
Apeguei ao refúgio in loco
De um amor que criei
Em meus devaneios de paixão
A mercê que fosse em algum coração
Lá eu habitei no meu destino cético
De uma aventura errante de amor...

Não importa – amei!
Sem subterfúgios
Aticei minha vontade.
Meus desejos
Aflorei entre estações
Vivi sonhos e desilusões...

Não importa – eu amei!

Regilene Rodrigues Neves – em 02/06/2018





O CAMINHO DO TEMPO

Aguarda a esperança
O caminho do tempo
Que segue suas tempestades
Rumo à estação de inverno...

Sopram ventos intempestivos
Pelos anseios da humanidade
Ora mudam numa sucessão
De rajadas aleatórias
De ambições confusas
Cobiçadas a favor do homem
E suas aspirações...

Lá fora a vida se estreita
Numa estrada cega a sua vontade
Desembarcam seus desejos
E ficam à mercê de um caminho
Sem direção, a espera que o destino
Faça sua rota transitória
Onde a graça se manifeste
Pela misericórdia de Deus.

E assim, se faça
O caminho do tempo
Onde a esperança aguarda
Apontando para o amanhã...

Regilene Rodrigues Neves – em 28/05/2018




CORAÇÃO VAZIO

Saudade do amor que partiu
Deixando meu coração vazio...

Saudade e tantas lembranças
Nesse quarto frio
Jaz sobre a esperança
De me aquecer desse vazio...

Morando na saudade
Numa poesia de amor
A flor-da-pele
Escrita nas paredes do coração...

Sofrendo como qualquer um
Num poema de uma melodia só,
Posto que, partiu parte de mim
Condenada nesse exílio de solidão
Abandonada a própria sorte
Prisioneira da saudade
Vivendo a mercê da realidade
De um coração vazio...

Regilene Rodrigues Neves – em 20/05/2018



FELIZ ANIVERSÁRIO MEU FILHO

Sobre nós: um amor
Que nasceu desde o ventre
E completa hoje dezenove anos
Ele é meu porto seguro
Onde abrigo meu amor de mãe...

Quando ele me abraça
Todo cheio de gratidão
E me abre aquele sorrisão
De meninão
Meu coração se derrete
Explode emoção
Aflora todos os sentimentos
Gerados desde o seu nascimento.

É um amor inexplicável
Sinto-me honrada
Por Deus ter me escolhido
Para ser sua mãe.
Tenho os meus exageros
De super protetora
Abro minhas asas para te ajudar a voar
Quero ir junto, mas sei o meu lugar
Onde sempre poderá voltar
Sou mãe, nunca vou te abandonar!

Um amor único e insubstituível
Amor eterno que sempre
Irá transcender entre nós...

Para mim todos os seus defeitos
São perfeitos
Quando dentro deles me mostra
O seu crescimento...

Amo sua simplicidade e sua grandeza
Sua humildade e generosidade,
Seu amor pelo outro.
Suas explosões
Pondo para fora sua força
E quando pede colo
E se rende o meu menino...

Ah, meu menino!
Hoje é o seu dia
Além de todos os dias que são teus
Para celebrar a vida
Para plantar e colher
Os frutos dos teus sonhos...

Que sejam muitas tuas conquistas,
Mas que a maior realização,
Seja a sua comunhão com Deus,
Pois somente Ele é o Senhor
Da nossa felicidade.

Quero vê-lo somar e multiplicar
Muitos e muitos anos...

É o meu desejo de mãe
Que receba a proteção Divina
E que os anjos Dele
Sempre te acompanhem
Onde eu não possa estar para te cuidar.

Nas minhas orações sempre irá estar
E para sempre irei te amar...

Feliz Aniversário
Meu filho amado e querido!!!

Regilene Rodrigues Neves
Em 19/05/2018