ASSIM NASCE A POESIA...
por Regilene Rodrigues Neves

A lua dá luz à noite
Sobre o leito do universo
Estrelas grávidas de poesias
Abortam versos de extremo sentimento...

O silêncio ouve a alma
Enquanto um olhar enxerga o infinito...

A trajetória de um astro
Gira ano-luz dentro do tempo
A dimensão do espaço
Viaja num olhar e a poesia
Alcança sua liberdade...

Sobra dentro da órbita
O significado da vida
E uma odisséia de epopéias
Sopra ventos
Por trás de um bocado de cabelo
Desalinhado de sonhos...

Então paro dentro de mim
E escrevo o que vejo ao meu redor...

A solidão cheia de amor
Procura um companheiro,
Para sentar na beira da estrada
E olhar o céu desenhando
Rostos de namorados nas nuvens...

Num segundo passa...
Sonhos de um poeta em êxtase
Sai do céu vem para o papel
Quantas entrelinhas cheias de quimera...

De repente uma estrofe
Resume minhas fragilidades
Exponho minha sensibilidade
E minha voz grita
Enquanto meus dedos sussurram
Meus silêncios... E uma lágrima sorri
E num sorriso choro de alegria
Minhas venturas...

Nesse instante percebo a luz em volta
E o nascimento de um poema
Estrelas acendem e a noite surge
Em sua eufórica poesia!...

Em 28 de março 2010

3 comentários:

  1. Ola minha linda!

    Passo para ler, apreciar e contemplar mais uma dessas beleza aqui!

    DESEJO-LHE FELIZ PASCOA E MUITA PAZ NO CORAÇAO!

    Ps:Tem presentes pra vc no meu cantinho de selos exposto acima do slide!Nao precisa postar,so qro q saiba da minha admiraçao!

    Beijos querida!

    ResponderExcluir
  2. Muito linda sua poesia.Parabéns pela inspiração e pela forma que escreve.Tudo de bom.Arnoldo Pimentel

    ResponderExcluir
  3. FELICIDADE SEMPRE ! LINDA POESIA!

    ResponderExcluir