NOSSA AMIZADE
por Regilene Rodrigues Neves


Nossa amizade
Tem cheiro de jardim na primavera
Exalando fragrâncias imensuráveis na alma
Viram vários sorrisos misturados de alegria
Uma invasão de sentimentos...
Ficamos meninas viramos felinas
Molecas... Criança... Sapecas...
Vestimos a alma de palhaça
Para disfarçar a vida
De gente grande
Que fica falando sério todo dia...


Mas chega a hora de crescermos
E os sonhos deixam de ser de brincadeiras
Viram sonhos de mulheres românticas e apaixonadas
Enamoradas do amor e pelo amor
Mudamos direções... Estradas... Destinos...
Viramos famílias... Páginas vão passando...
Histórias minhas e tuas... Escrevendo o livro da vida...
Nossas vidas em separado...

Nossa amizade se encontra
Em várias facetas
Éramos um diamante bruto
Hoje lapidadas pela vida,
Mas nossa amizade
Ah! Nossa amizade...
Ainda brinca e sonha
Fazendo existir sempre
A nossa etérea criança...

Do ponto de partida
Voltamos a sorrir
Essa alegria inconfundível da nossa amizade...
Que acorda sempre numa linda manhã...
Começa orvalhando as pétalas
Das flores do meu jardim
E segue aquecendo-me de bem querer...

O dia nem termina
E na tarde você me surpreende
Em gestos únicos
Que a minha amizade se completa na tua!

A noite traz um manto de estrelas
Tão lindas...
Que me sinto no colo de Deus
Fazendo carinho na minha alma
Assim sinto nossa amizade
Um carinho de Deus!

Lembra? Nossa amizade
Nasceu menina
Brincando de bonecas
Vestidinho de chita
Ora molecas jogando bola
Descalça na rua no meio da molecada...
Passa um filme de lembranças de nós duas...

A saudade sonha ciranda cirandinha
Vamos todos cirandar...
Meia volta vamos dar...
Assim cresceu nossa amizade
Que hoje se reencontra para lembrar
Que amigos de verdade
Separam os caminhos
Mais nunca o coração!

Amiga:
Das voltas que dei pela vida
Perdi-me por alguns caminhos...
Mas o caminho da amizade
Sempre me manteve na mesma estrada
Foi o colorido dela que acendeu sempre minha esperança...

Nos segredos obsoletos da vida
A amizade fora a constante ternura
Dos meus verdadeiros sentimentos de Amiga!

Algumas vezes eles se perderam de ti,
Mas sempre fora a amiga que tentei transmitir
Que o tempo em sua mutável passagem
Constrói em meio a uma vertente
Um jardim para plantar rosas
E que uma delas é tu amiga do meu sempre...

Está poesia são meus versos de amizade por ti
Que dedico a minha amada
E querida prima Rosaura...
Nossa infância e nossa amizade
Uma linda história que marcou
Para sempre nossas vidas!

Contigo aprendi o significado de uma amizade!


Em 28 de junho de 2007 - 23hs00min.

Um comentário: