A BELA E A FERA
De Regilene Rodrigues Neves

Queria ser mulher
Somente amar e ser amada,
Mas só tinha uma alma
Minha aparência não tinha a beleza
Das grandes divas e princesas
Era um rosto sem traços de simpatia
Tornando-me a lenda da bela e a fera

E a minha alma uma imagem guardada
Ao relento do meu corpo sem face de donzela...
Pintei meus sonhos de amor
Numa linda aquarela que ninguém viu...

Diziam que eu era linda antes de ver a minha face,
Mas nada mais que uma mentira disfarçada
Que ao ver o meu rosto
Sua mensagem de amor se guardou dentro do peito
Num jeito disfarçado foi embora
E nunca mais me procurou...

Somente a solidão que voltou e de mim se vingou!

Experimentei o gosto do veneno
Que destelhei a outrem
No mesmo propósito
Também rejeitei uma alma
E preferi uma imagem de infelicidade
Numa aparência efêmera...

Mas queria ser mulher
Num dia esmaecido de sol
Mostrar minha pele bronzeada
Meu sorriso de amor verdadeiro
E dizer que neste rosto feio
Existe um corpo esguio de mulher!

Que quando quiser vê-lo com os olhos do coração
Ele mostrara uma alma infinita...
De qualquer forma o tempo
Irá derruir qualquer traço de beleza
E esta alma intacta te amara eternamente
Com suas completudes e incompletudes
De um coração verdadeiro,

Mas fui rejeitada por não ser
Uma linda mulher de corpo inteiro!...

Em 08 de março de 2009

2 comentários: