SAUDADE DE MÃE
por Regilene Rodrigues Neves

Sossega alma minha
Desse pranto de saudade
Que se desespera
Procurando tua presença
Pelos cantos onde deixastes
Tua alegria espalhada...

Teu cheiro ainda permanece
Nas roupas tuas guardadas
Onde te vi vestido tantas vezes
Indo e voltando sem saber
Que estava perto de partir...
Nelas posso senti-lo perto de mim
Num abraço teu
Que permanece nos meus braços
Procuro-te em cada momento
Que não sabia ser o último entre nós
Porque teria te falado mais do meu amor!

Um amor tão grande
Que cada dia é maior
Dentro desse amargurado peito
Tão cheio de saudade!...

Tento não viver dessa dor
Que persiste esconder minha alegria
Que tanto nos fizera sorrir
Num gesto fraterno de cumplicidade e afinidade!

Permanecem intactas minhas lembranças
Revivendo todos os dias uma rotina de amor
Que acorda sentindo tua ausência
Numa dor vazia que não preenche os meus dias
Pois te falta aqui perto de mim...

Os meses parecem querer te levar pra mais longe
Numa tentativa de não me fazer sofrer,
Mas o amor que te gerou dentro de mim
Eterniza os dias pra que não se esqueçam de ti!

É saudade de mãe
Que te procura todo dia
Ouve tua voz
Vê o teu sorriso no infinito...

O amanhã é um novo dia
Que me espera
Cheio de incertezas... Será?

Volto pra dentro da minha saudade
E nela te visto de anjo
Lá no céu vou te procurar
Até o dia de te ver voltar
Porque aqui é o teu lugar!

UM POEMA PRA TE CONFORTAR!

Em 04 de setembro de 2009

Um comentário: