O SORRISO DA VIDA
por Regilene Rodrigues Neves

Ah! O sorriso da vida.
Eleva-nos ao prazer absoluto...

Seu êxtase compreende
Enxergar a beleza do universo
Ouvindo o barulho da vida
Soprar alegria da alma
Enquanto embriagamos de felicidade
Experimentando o sentir
No cheiro das manhãs vestidas de sol...

A luz de Deus se agiganta nos céus
E nos abraça de esperança
Num carinho de Pai
Abençoando nossos caminhos...

Enquanto a aurora
Esparrama sua magia
E um frasco de poesia
Derrama versos sobre a terra
Perfumando nossos dias
Com essências de amor...

Viramos meros poetas
Para que as tristezas se dissipem
Nas nuvens que mudam de lugar
Enquanto a alma fica a sonhar
Sentindo um abraço de paz...

A sorrir
A vida parece brincar
A liberdade corre descalça
Rodopia soltando as amarras
Dos dias tristes
Presos nas intempéries do nosso cotidiano...

E assim o sorriso da vida
Inebria toda alma
Para agradecermos mais um dia
Que amanhece orvalhado
De gotas de otimismo arrebol do universo
Cuja poesia é versos
Feitos de estrofes de alegria
Para que a alma sorria...

Em 17 de maio de 2012

5 comentários:

  1. Olá, Regilene! Quanto carinho! Quanta ternura você expressou sobre minha pessoa! Ternurizou-me abastecendo-me por um longo período! Reverencio-me diante do seu poetar!
    Bj. de gratidão, Célia.

    ResponderExcluir
  2. Belíssima ode à alegria, ao sorriso aberto e franco, Regilene. Contagiou-me.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. belo reencontro amiga...


    Tem dias que o vento morde a noite, morde a carne, entre os dentes um grito abafado, apenas uma queixa apenas congela-me a noite abafada pelo ar úmido e frio da noite, pelas manhas folhas orvalhadas brilham com o pó das estrelas, onde gotas leves são levadas suavemente pelos caminhos... e caem como plumas aos nossos pés...

    Amigos queridos queria orerta- lhes algo, e dizer que como é bom estar entre vcs outra vez.
    Beijos, abraços...

    Nina

    ResponderExcluir
  4. Regininha minha amada !!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Como posso dizer que não tenho afeição por vc...
    Você sempre me fez uma deusa em elógios.Foi no meu cantinho e deixou um poema lindo e encantador,E vc sabe o quanto prezo as escritas,o quanto me faz bem...
    Já não tenho passado por aqui porque meu PC deu vírus e fez uma grande destruição.Quase perco até meu blog.Agora o problema sanado,venho; te apertar,te fazer um xamego,te abraçar e dizer que vc continua sendo uma poetisa mil aqui neste universo virtual.
    Sinto tantas saudades de vc ...quero-te de volta,kkkkkkkk,por favor querida !Volta para nos encantar...
    bjs com sabor de saudadesssssssssss

    ResponderExcluir