DESTINO DE UM SONHO

Autoria de Regilene Rodrigues Neves


Ontem deitei mais cedo
Abracei o travesseiro
Procurando qualquer sonho
Para sonhar... Mas quisera o destino me levar
Por um sonho de amar... Um amor encantado
Alargado em proporções maiores
Que as minhas limitações...

Um amor com cara de anjo
E face de felicidade
Trazia um sorriso próximo
Da alegria imensurável
De um estado de paixão
Na proporção do infinito
Porque amar é para sempre...

Um grito que grita dentro do peito
De todo jeito... Que transforma a gente
E dá formas diferentes... Faz o feio parecer bonito
E o estranho atraente... O amor dos meus sonhos
Esteve comigo frente a frente...

Tinha alma e não tinha aparência
A beleza era invisível aos olhos,
Mas chegava próxima à perfeição
Tamanha a beleza do coração!

Era gentil e sutil
Numa percepção
Que transpunha o silêncio
Comedido de voz mansa
Palavras doces
Olhar ousado
Mãos carinhosas e firmes
Numa pegada
Que deixa qualquer mulher
Literalmente apaixonada!

Era um amor menino
Gostava de brincar
Tamanha liberdade
Que corria para nos abraçar
Dois palhaços rindo o riso
De rir sem saber por quê
Apenas pelo querer de roubar
O sorriso do outro
Num estado extravasado de alegria...

Era um amor que amava simplesmente por amar...

Que somava os defeitos e as diferenças
Para engrandecer esse amor!

Nesse sonho me perdi noite adentro...

Cheguei perto do céu
Ganhei de presente uma estrela
Na expressão mais linda de amor!

Sem querer acordar
Peguei em sua mão
Invadimos a saudade
Que já teimava em te levar
Querendo me acordar,
Para uma realidade sem amor
Que nunca quis me entregar...

Pois mesmo que um mero sonho
Eu tinha para sonhar
Até que um dia eu pudesse acordar
E no teu colo me encontrar...


Em 08 de maio de 2008

Um comentário: