ENERGIAS POSITIVAS
por Regilene Rodrigues Neves


Sou um vento que percebe a brisa
Que colhe energias positivas do tempo,
Para fazê-las alegrias de viver...

Por vezes sou a chuva
Que molha a alma
De uma lágrima
Que transformo de alegria,
Para não sentir tristezas...

Porque sou esperança
Mesmo depois de uma tempestade...

Sou fênix sobrevivo das próprias cinzas...

Abro-me todos os dias no infinito
Solto meu grito de liberdade
Entre as fendas do medo,
Para dissipá-los de mim mesmo
E erguer-me entre as muralhas da opressão
Que tolhe os caminhos da minha ascensão...

Sou a vida que dentro de mim
Respira o ar de uma nova manhã
Nascida cheia de flores esmaecidas
Do orvalho da noite que chorou
Uma lágrima dentro de mim,
Mas acordou jogando pétalas ao vento...

Perfumando minhas tristezas
De uma fragrância indivisível
Das intempéries do tempo...

Sou ondas oscilantes sobre o mar...

Mas também sou encontro de dois rios
Que deságuam dentro de um mesmo oceano...

Sou felicidade percebida
Dentro de tantas infelicidades colhidas,
Porque sou maior que a ínfima parte negativa...

Minha dimensão é de um vulcão
Que das lavas derramadas
Guarda fogo em seu interior,
Para aquecer invernos de solidão...
Sou um pequeno grão de areia
Entre milhares de grãos
Que juntos constroem
Margens de uma praia
Onde posso me deitar
E meditar abraçando o sol
Que intenso de calor
Abraça a pele fina
De sensibilidades de um corpo...

Que ama sobremaneira
Na medida do coração
Que gera da própria emoção
Forças que elevem a alma
Sobre a vida cheia de tanta razão!...

Propago minha existência
Plantado sementes positivas,
Para ver renascer alegrias perdidas...

Essa é minha fonte de energias positivas...


Em 26 de maio de 2008

Um comentário: