ORAÇÃO AO PAI
De Regilene Rodrigues Neves

Amado Pai Celestial
Só o Senhor tem o poder
De entrar nas nossas almas
E operar milagre nas nossas feridas
Curando nossos males.

Peço-te com a minha alma
Tua cura a todas as minhas dores
Do espírito e da matéria
Que me fragilizam em sofrimentos,
Para que eu possa todos os dias
Olhar para fora
Ver e sentir os milagres da vida
Que através do vosso amor
Estão estendidos num manto sagrado
Operando e nos fortalecendo...

Que minha imperfeição
Se liberte da ignorância
Do orgulho e da matéria
Para que eu possa enxergar
Quantas felicidades eu trago comigo,
Mas que meus olhos de cobiça
Cegam-me enxergando somente a direção
Da infelicidade que me causo
Com minhas próprias mãos
Seguindo somente os caminhos que me convém

Com isto gero meus infortúnios
E minhas maledicências...

Oh! Amoroso Pai
Curvo-me diante de ti
Com humildade e respeito a vossa grandeza
Peço também pelos meus filhos
Minha família e nossos irmãos
Perdoa-nos em nossas fraquezas que são muitas
Sei que nossa língua é um castigo
Que amaldiçoa nossos comportamentos
Em blasfêmias em vosso nome
Brincando com a palavra sagrada
Porque o pecado torna natural tal maldade
Sem que percebamos o mal
Que nos cerca nessa conduta.

Perdoa-me Senhor
Pelos meus erros
Que ao criá-los os pensei ser naturais,
Mas as conseqüências têm sido fatais
O preço do livre-arbítrio
Pesa nos ombros e a dor flagela meu espírito
Atormenta meus dias de agonia e solidão
Meu vazio cada dia mais vazio
É uma faca apontada no meu peito,

Mas diante de ti Senhor
Que enxerga minha alma
Peço perdão com o coração
A toda minha ingratidão!

Sei que vosso amor
Vêem-nos além das nossas limitações
E animosidades desperdiçados em flagelos
Por nós causados.

Conforte-me Senhor
Nesse momento que rogo
E suplico vosso perdão!

Em 27 de março de 2009

Um comentário: