PINTANDO DE AMOR A VIDA
por Regilene Rodrigues Neves

Pintei de rosa alguns sonhos
As paredes da minha alma
Colori de fantasias...

Corri feito menina
Na minha imaginação
Pintei de vermelho minha paixão
Escorreram alguns sentimentos de amor
Outros ainda em flor
Coloriram minha alma...

De rosas enfeitei minha vida
Alguns espinhos me feriram,
Mas nada que a beleza
Exuberante de uma flor
Não pudesse me afagar de amor!

Nesse cenário
Algumas vezes imaginário
Pintei minha felicidade
De cores cheias de alegria
Pintei poesia no colo de uma utopia
Que por vezes me fez pintar
De esperança meu coração!

Quisera nele viver cores
De doce ilusão
Mesmo que virasse
Somente uma tela de emoção
No meu solitário coração!

Nesta paisagem
Retoquei alguns sonhos perdidos
Para que não perdessem
A beleza dos sonhos
Que nascem e renascem
Para colorirem a alma
De sonhos de amor!

Pintei primaveras
Em cada estação
Mesmo que algumas
Cheias de outono
Caíssem nas manhãs
Ressequidas de noites solitárias...

Algumas frias de inverno
Pintadas de cinzas
Encontravam pétalas soltas
Dentro do peito!

Por esse caminho
Andei ilhas
Até encontrar um sol de verão
E novamente aquecer meu coração
Que espera sempre uma linda primavera
Para pintar cores
De alegria e emoção!...

Em 17 de junho de 2009

2 comentários: